Blockchain é uma rede distribuída de cadeia de blocos, que foi desenvolvida para registrar cada transação da primeira criptomoeda que surgiu no mundo em 31/10/2008, o Bitcoin.

Como funciona a blockchain?

Basicamente a blockchain compartilha na rede o ledger (‘Immutable digital ledger’ ou ‘Livro-contábil imutável’), um tipo de livro-razão público, onde são realizados os registros de transações das criptomoedas.

O comprador faz a solicitação da compra de 1 bitcoin (1.00000000) na rede, posteriormente essa solicitação é transmitida aos nós da rede, também conhecido como ‘Mineradores’, que irão buscar validar e incluir o registro dessa transação na Blockchain. Após, os nós mineram os dados da transação para verificar se as suas informações, do bitcoin e do vendedor estão corretas para validar a negociação. Como todas essas informações são protegidas por chaves criptográficas, os mineradores competem entre si para decodificá-las e disponibilizá-las na rede primeiro. blockchain-3019121_1920

Todo o processo de mineração envolve super computadores com alto poder de processamento de cálculo, com rapidez, eficiência e uso excessivo de energia elétrica. O primeiro dos mineradores que disponibilizar e validar os dados na rede blockchain, é remunerado com criptomoedas.

Depois de disponibilizado o bloco de informações com a solução na rede, os demais nós checam se a solução é válida. Validada pela maioria dos nós da rede, esse novo bloco é adicionado a uma cadeia de blocos anteriores, de modo permanente e imutável. É relativamente impossível fraudar a rede blockchain e adulterar um bloco de informações. Os usuários da rede são os principais responsáveis em manter a base de dados da blockchain segura. Tem como características principais a segurança, a distribuição, a integridade dos dados e o histórico de transações registradas no bloco.

nanocrptomoedaBaseada na blockchain introduzimos a Nano, uma criptomoeda com uma arquitetura original denominada “Block-lattice”, onde cada conta possui sua própria blockchain, possibilitando transações quase instantâneas (sem a necessidade de mineradores, uma vez que todas as Nanos já estão em circulação) e escalabilidade ilimitada.

Como a BlockLattice é usada na Nano?

Ao contrário das blockchains tradicionais utilizadas em muitas outras criptomoedas, a Nano usa uma estrutura conhecida como treliça de blocos. Cada conta tem sua  própria blockchain equivalente ao histórico de transações/saldo da conta, e cada blockchain pode ser atualizada apenas pelo proprietário da conta; isso permite que cada cadeia de contas seja atualizada imediatamente e de forma assíncrona para o restante da BlockLattice, resultando em transações ultra rápidas. Os requisitos de hardware para os nós também são mínimos, pois os mesmos precisam apenas registrar e retransmitir blocos para a maioria das transações.

blocklatticenano

Portanto a BlockLattice permite que o protocolo da Nano seja extremamente leve, onde cada transação se encaixa no tamanho mínimo de pacote UDP (User Datagram Protocol, um protocolo simples da camada de transporte), necessário para ser transmitida pela Internet, ou seja, cada usuário possui sua própria blockchain, possibilitando-lhes atualizá-la de forma assíncrona ao restante da rede, resultando em rápidas transações, sem custo algum, com mínima sobrecarga e pouco gasto de energia, isso faz da Nano a criptomoeda ideal para transações de consumidores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui