Já imaginou se todos os problemas do mundo fossem imediamente resolvidos? Se quando alguém batesse no seu carro, imediatamente aparecessem pessoas cobrando o prejuízo para o infrator?

Uma equipe de jovens acredita que um mundo assim é possível e prometem tornar isso possível por meio de um aplicativo. O nome do aplicativo? Purple Alert.

Longe de ser muito complicada, a proposta para criar o mundo perfeito é de programar um aplicativo para celulares, onde ao apertar um botão emite um pulso via GPS no celular das pessoas ao redor, e as avisa que existe algo errado acontecendo por perto.

Ou seja, se você vê uma pessoa quebrando a janela de carro e aperta o botão do purple alert. Todas as pessoas ao redor ficam sabendo do delito ocorrendo e podem começar a filmar o ocorrido e até mesmo intervir.

É uma ideia tão simples, e ao mesmo tempo tão efetiva, que fui tomado por dois pensamentos quando a tive: Eu devo ser muito ingenuo para pensar algo assim; E como é possível ninguém ter pensado nisso antes?” diz Dominiqui Alves, o idealizador desta ousada e ingenua ideia. “Finalmente estamos chegando a algum lugar, tenho essa ideia rabiscada desde 2017. Mas foi de um ano pra cá, principalmente os últimos 5 meses, que a ideia de fato avançou de uma forma fantástica“.

O Purple Alert parece combinar a capacidade da internet de informar as pessoas em tempo real, porém agora, com o evento acontecendo bem ao alcance dos usuários. Se uma vida poderia ser perdida ao esperar por uma ambulância, o aplicativo pode rapidamente localizar uma carona disponível para uma pessoa que sofre de mal súbito. “É um aplicativo que o ideal é que ele nunca seja usado, porém exista para caso seja preciso“, afirma Dominiqui.

Quando questionado sobre a maior dificuldade que ele vê para o aplicativo, o idealizador responde: “Pra mim, são as pessoas saberem da ideia e lembrarem de utilizá-la nos momentos ruins. Infelizmente para que uma pessoa peça ajuda e seja atendida, é preciso que muitos outros também tenham o aplicativo instalado no telefone e isso é difícil de garantir” revela.

phone purpleAplicativos inovadores que resolvem problemas das escalabidade das grandes cidades aparecem as vezes. Exemplo deles são o Uber, Ifood e etc. Porém o que nao é contado é quanto tempo demora para que esses aplicativos recebam uma boa adesão. A média desde a criação até uma boa difusão deste tipo de aplicativo é de 8 anos. Quando questionado sobre se está determinado a esperar que o aplicativo cresça e seja aderido por todo país, Dominiqui se mostra otimista: “Bem, muita coisa pode acontecer, já estamos trabalhando três passos a frente. Temos atualizações importantes que tornarão o aplicativo interessante para as empresas de segurança e tentaremos fazê-lo ser um sucesso em algumas áreas menores, como bairros e condominios, antes de investir num marketing mais amplo. Existe também a hipótese de gigantes querem incorporar a aplicação do Purple Alert direito ao sistema operacional dos celulares, ou tentar incorporar o Purple Alert em seus aplicativos, de modo que você terá ele automaticamente no seu celular e todos os celulares ao seu redor terão também. Estamos bem otimistas pelos desdobramentos”.

Hoje vivemos em um país onde existe dezenas de milhares de crimes de homicidios anuais, com uma taxa baixíssima de resolução destes mesmos crimes. É revigorante que existam jovens que desejam tentar novas soluções para toda a socidade. O aplicativo aposta também na pressão social. “A maioria dos criminosos, fazem o que fazem por imaginarem que não serão descobertos, ou que poderão se safar. Mas o Purple Alert muda tudo! Sempre que alguém apertar o botão, aparecerão dezenas de pessoas ao redor, vendo o exato rosto do agressor. Como alguém poderia se safar disso?” Sustenta o idealizador que entende que a maioria dos crimes podem ser interrompidos antes mesmo de que se concretizem como crimes, devido à quantidade de ‘testemunhas’ que o Purple Alert pode gerar para cada delito do dia a dia.

A versão de teste beta aplicativo está agendada para dia 15 de agosto, que será quando a equipe de desenvolvimento irá lançá-la para todos os usuários. Se quiser ser sobre o lançamento da beta, basta se inscrever num formulário no site oficial do projeto: www.purplealert.com.br

purple alert

O projeto ainda está aceitando doadores e citando todos os que doam valores acima de 200 reais em seus perfis das redes sociais e no site oficial do projeto. Outra maneira de contribuir para o Purple Alert é comprando a sua pre-venda em Cripto: “O conceito de que as pessoas podem fazer muito umas pelas outras voluntáriamente é muito bem aceito entre a maioria das pessoas que conversamos a respeito do projeto, porém a comunidade da criptomoeda Nano tratou a questão de forma inspiradora em desejar participar mais ativamente. Hoje mesmo se você quiser comprar Nano com a Nano Pay eles terão condições atraentes para que você possa comprar sua moeda e ajudar a Purple Alert ao mesmo tempo. Então liberamos pré-vendas de pacotes anuais do aplicativo a serem comprados pela Criptomoeda. Qualquer pessoa que possua Nano poderá comprar a pré-venda do Purple Alert Premium”.

https://purplealert.com.br/pre-venda-nano/

A solução parece boa demais para ser real. Quando questionado se sua ideia é capaz de resolver todos os problemas, Dominiqui responde com ceticismo: “Não iremos acabar com o mal do mundo completamente. Mas só de já existir uma equipe de desenvolvimento neste sentido já me dá esperança. Todos que tocaram esse projeto… todos que contribuíram para que ele fosse para frente… são maravilhosos, principalmente meu sócio, tudo começou a andar mais depressa desde que começamos a trabalhar juntos.  Atualmente ele se ocupa muito em tornar o Purple Alert mais difundido entre as pessoas e isso é maravilhoso. Gostaria que todas as pessoas quem já passaram por algum momento crítico, o qual não desejam reviver nunca mais, considerassem doar para o projeto, pois estamos tentando melhorar as coisas para elas também.” Conclui Dominiqui.

O Purple Alert já se encontra em sua reta final de produção. E quando questionado sobre se este é o fim o idealizador afirma: “Nós do desenvolvimento trabalhamos bastante, pode ser que este aplicativo nunca fique pronto. Por isso vamos lançar este teste beta, melhorá-lo de acordo com com que ja pretendemos melhorar e então continuamente aperfeiçoá-lo ao infinito. Já estamos pensando em remodelá-lo para um formato mais ‘dia-a-dia’, como também na possibilidade de começar a criar acessórios como pulseiras ou cordões que emitem os alertas, sem depender do celular. Mas são planos pro futuro.[…]Não teremos descanso tão cedo”, conclui.

E você, o que pensa da solução encontrada no Purple Alert?

Para os mais interessados, o projeto possui um documento que sintetiza os principais pontos da solução proposta e você pode acessar clicando aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui